quarta-feira, 20 de julho de 2011

memories

-É mesmo isso que queres? Tens a certeza? -Tenho! - a voz da rapariga apesar de soar forte estava tremida. Ele aproximou-se lentamente até ficar a escassos centímetros da rapariga. -Por favor já chega! - a rapariga voltou a falar. Mas agora a sua voz suava menos firme e mais baixa Sem dizer nada, ele começou a afastar-se e perguntou. -Não vais ficar arrependida ? - perguntou o rapaz -Não. Claro que não. - disse firmemente enquanto o seu corpo termia. -Não? O rapaz andou na direcção da rapariga e beijou-a como nunca a tinha beijado. Beijo-a com toda a vontade, com todo o carinho, com o toda a emoção. Quando ele parou o beijo a rapariga começou a chorar mais fortemente. Começou a correr. Pois sabia que agora iria-se arrepender da sua decisão até ao fim da sua vida....E que nunca mais conferia na palavra "sempre". Pois "sempre" nunca existe. E nunca iria existir... "

quarta-feira, 23 de março de 2011

feliz

Hoje fraquejei… confesso que bateu forte a saudade e uma enorme vontade de te dizer “amo-te” mas fiquei presa ao silêncio e engoli as palavras que me sufocavam. É uma luta diária, em que cada dia que passa a dor perde-se e a saudade cresce. Foram sábias as palavras de alguém com muita experiência, “a vida dá muitas voltas e as pessoas podem voltar a cruzar-se no mesmo caminho, as vezes só é preciso crescer!”

quinta-feira, 10 de março de 2011

final

Meus queridos seguidores , queria informar que vou deixar de postar aqui e que vou deixar de escrever, mas é o melhor :S Queria dizer que gostei muito dos vossos elogios e das vossas criticas , levei a mal algumas pessoas porque só vinham para aqui para me provocar e não eram capazes de vir dizer na cara o que queriam . Também queria dizer que não vou apagar o blog e que podem comentar os textos que depois venho responder . Obrigada do fundo do meu coração por todos os comentários e pelos seguidores, gostei de ter partilhado isto com vocês . vão ficar sempre na memoria , <3 Beijinhos*

sábado, 26 de fevereiro de 2011

tu deixas-me assim

Sinto-me bem. Sinto-me feliz. Apesar de saber que isto não vai durar para sempre, sinto-me bem envolvida neste novo sentimento. Sei que amanhã todo o meu subconsciente vai estar de volta. Mas por enquanto deixa-me estar assim. Deixa-me rir como se não houvesse amanhã. E dançar até os meus pés se cansarem. Deixa-me viver a minha vida sem pensar no amanhã. Pois estou tão farta de pensar nisso. Que cansei. Cansei de vez. E ontem diverti-me. Diverti-me sem te ter à minha beira. E vou continuar, pois estou farta de te ter permanente na minha cabeça. Apesar de tudo amo-te <3

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

summer

Tenho saudades do Verão, dos meus sorrisos apaixonados, dos meus olhos brilhantes, das tuas palavras, da minha paz, da água fria em contacto com o meu corpo aquecido pelo sol, de relaxar na água, de me sentir amada, de me sentir feliz como nunca tivera antes, de sentir o sol a bater na minha pele pálida, de ouvir a tua voz. Tenho saudades de tudo, mas não quero voltar atrás. Ficou arrumado numa gaveta e assim ficará, simplesmente mais uma memória no meio de tantas outras. Mas a verdade é que gostava que este Verão, ou este ano me trouxeste algo ainda melhor do que o ano passado, pois desta vez agarraria nessa oportunidade e não a deixaria escorregar pelos meus dedos, como fiz no Verão passado.
                                     
Lembrei-me.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

o aroma dele

Sentada na cama, observava o seu quarto. Memórias escondidas nos quadros, nas fotografias. Confissões entranhadas nas paredes. Todo aquele quarto gritava o seu aroma. O aroma dele. Um cheiro que mesmo passado quase 7 meses, nunca tinha conseguido decifrar. Doce mas não demasiado, fresco mas quente ao mesmo tempo. Era o cheiro preferido dela. Mal aquele aroma invadiu o seu nariz, pequenas lágrimas começaram a brilhar na sua face. Levantou a sua face e voltou a encarar o quarto que agora lhe parecia desfocado. Como era possível? Porque tinha de ser ele?
Fechou os olhos e sem evitar, os seus olhos escuros, o seu cabelo igualmente escuro como a noite, invadiram a sua mente. Ele era prefeito. Era a melhor coisa que tinha tido. Mas agora tinha partido, para sempre.
Memórias invadiram toda a sua mente. Deitou-se e como se sentisse o seu abraço, aninhou-se.
- Dorme bem, princesa. - sentiu a voz dele ecoar por todo o quarto.
Ele estava ali, ele continuava com ela.
Fechando os olhos, sorriu e embalada pela canção de embalar que ouvia todas as noites adormeceu.



segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

my love

Preciso de matar todas as saudades que tenho. Quero-te aqui, agora, neste preciso momento, já, daqui a umas horas, daqui a uns minutos, daqui a uns segundos, amanhã, depois de amanhã, nos próximos dias, na próxima semana, no próximo mês, no próximo ano, aos Domingos e feriados, nos dias de chuva e nos dia de sol, no Outono, na Primavera, no Verão e no Inverno, aos fins de semana, nos dias de nevoeiro. Quero-te não só agora, mas para o resto da minha vida, e sabes porque?
Porque foste tu quem me fez voltar a amar de novo, ver que tudo o que me tinha acontecido no passado era passado e que tinha de reconstruir a minha vida de novo, junto de quem mais gosta de mim.
Posso não te garantir que vai ser para sempre, mas se depender de mim eu quero isto para o resto da minha vida!
Se me perguntares porque gosto de ti só vou responder:
Gosto de ti porque em milhares de pessoas tu és o único que me completa, porque só tu me consegues deixar com um sorriso só de me dares um simples beijo no rosto, gosto da tua maneira de ser, da forma que me olhas, da tua voz; Gosto de ti pela maneira que me fazes sentir segura, pelo simples facto de amar tanto as tuas qualidades como os teus defeitos; Gosto de ti porque foi contigo que descobri o que é amar realmente alguém; Porque contigo descobri a força que o amor tem.
Gosto de ti, porque foste o único que tudo começou de uma simples amizade; Gosto de ti, porque tu és aquele com quem quero partilhar todos os dias da minha vida, tanto os bons como os maus. Não sei que dizer mais, eu amo-te, e nunca usei esta palavra com tanta sinceridade. És tu quem eu quero, és tu quem eu amo, és tu.. Tu és o tal! E isso já diz tudo :'$

E se me perguntares se eu quero ficar contigo para sempre.
Eu vou dizer que sim, porque a minha vida sem ti já não faz sentido.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

imaginação

Espera por um sorriso mas não anseies uma doce palavra. Conta os segundos, ainda restará tempo para voltar atrás? Não sou caminho, tenho a certeza. Tenta não prometer por me ter. Promete apenas quando o teu ar profano dispersar ou o conseguires dissimular. Não mostrarei desrespeito, por mais que o pretenda. Sou como o azul que, claro ou escuro, marinho ou turquesa não deixa de ser azul. Não deixa de cativar pela sua cor. Saudade do tempo em que o Sol apenas brilhava e, mesmo na noite mais escura, sentia a sua presença. Quando sabia que apenas durava uma noite, esperava o "amanhã". Criança de muitas cores, brinco com palavras. Com sonhos. Imaginação. Espero do Mundo o que não esperam de mim. Convicta em ambições. Crente em juras de quem me faz feliz. E pouco mais. Seguindo pela melodia que não escutas. A única neste compasso. A de quem o tempo se esquecera, deixada no fundo do baú semi-cerrado do qual, poucos se lembram existir. Mas existe. Presente em cada momento menos irrisório. Existe em mim. Vulgar. Também o azul o é. Depressiva. Como os dias de Inverno. Austera. Demasiadas piadas sem graça. Altiva. É assim que obtenho o que tenciono. Feliz? Muito. Porque ele me faz ser assim. Porque toda a luz dos meus dias se resume a pequenos instantes, pequenos gestos e palavras. Porque o amor é tudo e ele não lhe fica atrás <3

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

sabes bem $:

ela: quero-te pedir desculpas $:
ele: de que ?
ela: da mensagem $:
ele: já não me lembro o que dizia
ela: a dizer : i love you   <3 $:
ele: ah, sim já me lembro
ela: desculpa , a serio
ele: porque? :s
ela: porque tu não sentes o mesmo :|
ele: não sei o que te dizer ...
ela: desculpa a serio :/ sou uma atrasada
ele: não és nada, quem sabe se um dia não vamos ter nada
ninguém sabe o dia de amanha :b

ela: ahah, agora sou eu que não sei o que dizer ...

ele: ahah , sabes bem (:

'Nem tudo o que o coração sente a boca pode dizer'

domingo, 6 de fevereiro de 2011

tudo pode ser perfeito


Tudo estaria perfeito, se descobrisse o que a palavras "nós" pode vir a significar. Não gosto de andar às voltas, gosto de estar parada, não gosto de andar na escuridão, gosto de andar na claridade. Só preciso de uma palavra tua simplesmente uma chamada, uma mensagem, para me esclarecer tudo. Pois, não sei se aguento mais uma semana dolorosa como a que passou. O meu coração é fraco e a minha mente é demasiado imaginativa, será que aquilo era para mim? Por isso, por favor...
Tudo está perfeito, tudo, menos essa pequena parte. E apesar de me sentir bem, e de ter confiança em “nós”, sei que tudo ficaria melhor se soubesse o que se passa.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

a minha vida sem ti não faz sentido $:

Beatriz Duarte: não te curto -.-
Carolina Santos
: nunca curtis-te ó serrana
Beatriz Duarte
: pois não , sabes bem ;)
Carolina Santos
: sei, até bem demais ;)
Hoje estou de mau humor , carago --.
Beatriz Duarte
: para variar , ahah
também estou
Carolina Santos
: é preciso eu ir aí, para ires colar aquela cena ó patenga?
Beatriz Duarte
: é, podes vir e rápido
Carolina Santos
: eu até ia, vem-me buscar rápido
Beatriz Duarte
: pede ao teu pai ó tosca.
opa tu és uma merd* quando tinhas gente para vir não vieste e não me vieste ajudar -.-
Carolina Santos
: eu vou sexta e estou aí contigo.
vamos lá, queria fazer isso contigo sabes bem :n
Beatriz Duarte
: então de sexta que vem não passa ó patenga $:
Carolina Santos:
não passa, ahah .
Eu vou filmar , recordação para sempre
Beatriz Duarte
: ya, mas depois quero ver a cara dele, ahah
Carolina Santos
: era brutal , se filmasse isso.
Não é coisa que se combine aqui :o
Beatriz Duarte
: não estamos a contar nada do que vamos fazer, ahah
Carolina Santos
: Já ficas-te mais feliz ó tigresa?
Beatriz Duarte
: mais ou menos, ahah
Carolina Santos
: és impressionante, só vens cá meter o bedelho no meu mural para dizeres coisas más :o
Beatriz Duarte
: até parece :o  tu passas a vida com a minha pagina aberta e depois sou eu :o
Carolina Santos
: ahah, querias. 
é verdade :n
Beatriz Duarte
: isso sei eu que é verdade, ahah
Carolina Santos
: é verdade de vires cá meter o bedelho para fazer isso :n
Beatriz Duarte
: calou
Carolina Santos
: verdade nua e crua, odeio-te :b
Beatriz Duarte
: fixe, também te odeio :n
Carolina Santos: Morres de desespero.
Beatriz Duarte
: ah sim , tu é que morres. 
na quarta não te disse bom dia, mandas-te logo sms a dizer : e bom dia , não ?
ahahah
Carolina Santos
: queres discutir isso aqui atrasadita?
Quando não te respondo mandas logo 2 ó 3, muahah.
Morres sem mim e acabou a conversa :b
Beatriz Duarte
: mando, mando
Carolina Santos
: MORRES SEM MIM , E PONTO FINAL
Parte inferior do formulário
Beatriz Duarte
:
amo-te caralho



É por tudo que passamos juntas, que fazemos juntas, que te amo $:
Foste e sempre serás a melhor coisa que entrou na minha vida , como te amo melhor amiga <3

mais 189

1. Nome: Beatriz
2. Idade: 15
3. Aniversário: 10 julho
4. Olhos: verdes/azuis
5. Cabelos: castanho
6. Altura: 1,67
7. Mana: não tenho
8. Apelido: Duarte
9. Signo: caranguejo
10. E-mail: *******-******@live.com.pt
11. Animal: tartaruga

Favoritos
12. Uma frase: "difícil não é lutar por aquilo que se quer , é sim desistir daquilo que mais se ama . Eu desisti . Mas não penses que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer."
13. Pessoas: melhor amiga ,  joão paulo
14. Um cantor: não tenho
15. Uma roupa: camisolas
16. Um sentimento: amor
17. Um animal: outra vez ?
18. Um gesto: um abraço
19. Um lugar: jamaica
20. Um objecto: telemóvel
21. Um veneno: ódio
22. Uma arma: sedução
23. Um programa: casa dos segredos
24. Um horário: 8h20
25. Um verbo: sorrir
26. Ídolo: tenho alguns 
27. Um dia: Sexta
28. Um barulho: sei lá :o
29. Um actor: não sei
30. Um calçado: sapatilhas
31. Um número: 22
32. Uma bebida: coca-cola
33. Uma comida: massa da mãe , ahah
34. Um doce: gelado
35. Uma mobília: cama
36. Uma letra: J
37. Um meio de comunicação: telemóvel
38. Um nome: João
39. Uma pergunta: porquê ?
40. Um pedido: abraço
41. Uma mania: não sei
42. Um desenho animado: spongebob
43. Um personagem: não sei
44. Um perfume: são muitos
45. Uma jóia: não sei
46. Uma estação: Verão
47. Uma fruta: pêssego
48. Uma cidade: Algarve
49. Uma DISCIPLINA : sinceramente ? nenhuma xD
50. Um seriado: H2O
51. Uma novela: Espírito Indomável
52. Uma música: Katharine McPhee - Terrified
53. Um sonho: tenho tantos
54. Um filme: “Flicka”
55. Um poema: não gosto

Escolhe
56. Dia/Noite? noite
57. Cego/Surdo? nenhum
58. Amor/Paixão? amor
59. Pôr/Nascer do sol? pôr do Sol
60. Verão/Inverno? verãoo
61. Verdade/Desafio? desafio
62. Piscina/Oceano? oceano
63. Bolo/Torta? Bolo
64. Manteiga/Requeijão? manteiga
65. Ouro/Prata? prata
66. Diamantes/Pérolas? diamantes
67. Chuveiro/Banheira? banheira
68. Fogo/Água? água
69. TV/Cinema? TV
70. Filme/Novela? filme
71. Sair/Ficar em casa? sair
72. Preto/Branco? preto
73. Velho/Novo? novo
74. Cafe/Chá? café

Você já...
75. Saiu em público de pijama?  não
76. Já chorou por algo bobo? sim
77. Chorou em algum filme? sim
78. Se apaixonou por um professor? não
79. Se apaixonou por um parente? não
80. Fez algo idiota para chamar a atenção de alguém? talvez
81. Se declarou? sim
82. Guardou um segredo? sim
83. Actuou em um palco? sim
84. Achou um personagem atraente? é capaz
85. Viajou para o exterior? não
86. Teve um amigo imaginário? não
87. Colocou fogo em alguma parte do corpo? não
88. Escreveu para alguém famoso? não
89. Jogou pedras em um cabo telefónico? não
90. Andou de avião? não
91. E de navio? não
92. Caiu de uma árvore? não
93. Caiu na frente de todos? sim :o
94. Fez algo que se arrependeu? sim --'
95. Se sentiu estúpido? não
96. Pensou que ia morrer?  não
97. Foi operado? não
97. Esquiou? não
99. Foi atropelado? não
100. Quebrou algum osso? Qual? não

Nas últimas 48 horas...
101. Beijou alguém? não
102. Chorou? não
103. Escreveu uma carta? não
104. Cortou o cabelo? não
105. Usou gravata? não
106. Viu seu filme preferido? não
107. Abraçou alguém? sim
108. Falou com o seu amor? sim
109. Teve alguma prova? talvez
110. Se sentiu estúpido? talvez
111. Deu presente a alguém? não
112. Teve uma conversa séria? sim
113. Brigou com alguém? não
114. Riu até chorar? sim
115. Dormiu fora? não
116. Foi ao teatro? não
117. Foi ao cinema? não
118. Viu alguém que não via a muito tempo? não
119. Conheceu alguém? não
120. Teve medo? não
122. Sentiu falta de alguém? sim
123. Foi a uma festa? não
124. Mentiu? não
125. Foi mal numa prova? não
126. Foi dar uma andada? não
127. Teve um pesadelo? não 
128. Acordou muito cedo? sim
129. Danou? não
130. Se apaixonou? não
131. Se sentiu feliz? sim
132. Se sentiu triste? não
133. Entrou no mirc? não
134. Fez uma calda de chocolate caseira? não
135. Fez um desejo para as estrelas? não

Você se acha...
136. Um bom ouvinte? sim
137. Uma boa companhia? sim
138. Uma pessoa feliz? tem dias
139. Uma pessoa com os pés no chão? tem dias
140. Um bom amigo? sim
141. Um bom conselheiro? acho que sim

Você acredita...
143. Em você? é claro
144. Em seus amigos? nos verdadeiros, sim
145. Em seus familiares? sim
146. Em monstro debaixo da cama? não
147. Um por todos e todos por um? não
148. Teoria Big-Bang? nao
149. No governo? não
150. Poderes psicológicos? não
151. No verdadeiro amor? sim
152. Na verdadeira amizade? sim
153. Em dinossauros? não
154. Em amor a primeira vista? depende

Você...
155. Tem os pés no chão? sim
156. Está de olho em alguém? Talvez :$
157. Tem uma linha da vida? não
158. Gosta de dançar? sim
159. Gosta de estudar? não
160. É feliz? tem dias
161. Está com fome? não
162. Está apaixonada? talvez
163. Está sendo correspondida? talvez
164. Sente ciúmes? sim
165. Pede conselhos a quem? A melhor amiga
166. Sente saudades de quem? jpl
167. Dorme com peluches? não
168. Chora com quem? sozinha
169. Passou de ano? mais ou menos x)

Seus amigos...
170. Fale as melhores amigas: carolina santos, carolina dias, sandra santos e Joana ferreira...
171. Qual é a mais engraçada ? são todas engraçadas x)
172. Qual é a mais tímida? carolina santos
173. Qual é a mais histérica? não sei
174. Qual sente saudades? de todas

Hoje...
175. O que sobra? nada
176. O que falta? sair
177. O que marcou? nada

Agora...
178. Está usando: tanta coisa
179. Está triste ou feliz? feliz
180. Está nervosa ou calma? calma
181. Que horas são? 11h17
182. Como está o tempo? frio -.-
183. Está conectado? sim
184. Está teclando com alguém? sim
185. Está cheio de escrever? não
186. Está em algum blog? no meu
187. Está ouvindo alguma música? Qual? não
188. Está sozinha? sim
189. Isso aqui é bom contra o tédio, né? Isso faz-te feliz ? isto é um tédio --'

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

não esvazies a minha mente

Eu estou feliz juro que estou e gosto do que a palavra nós pode começar a significar, mas às vezes tenho as minhas incertezas. Todos têm. Às vezes caio, às vezes fico completamente à toa, como estou neste momento. Gostava que me dissesses que iria ficar tudo bem e para não me preocupar. E eu sei que está tudo bem, nada mudou. Mas às vezes, não sei...
Só espero que Sexta chegue rápido, para conseguir tirar algumas das muitas incertezas da minha cabeça. E ver que estou a arranjar problemas onde não existem.


quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

ela e ele

ELA chorava. ELE ria. ELA falava. ELE não ouvia. ELA sofria. ELE nem ligava. ELA acreditava. ELE mentia. ELA esperava. Ele nem voltava. ELA sorria para ele. ELE ria-se dela. ELA queria coisa séria. ELE só queria se divertir. ELA acreditava em tudo o que ele dizia. ELE dizia isso a todas. ELA queria para sempre. ELE só queria por um momento. ELA se entregava. ELE evitava. ELA dizia eu te amo. ELE apenas sorria e respondia da boca para fora. ELA procurava o príncipe. ELE procurava a próxima. ELA queria-o. ELE queria uma diferente. ELA ficava pelo sentimento. ELE pela quantidade. ELA descobriu que era SÓ mais uma. ELE descobriu que ela era ÚNICA.

Por fim ELE pediu-lhe perdão e ELA disse-lhe: TARDE DE MAIS PARA ME AMARES ASSIM COMO EU TE AMEI CEDO DEMAIS... Mas fica sabendo... EU AMO-TE MUITO MENOS DO QUE TU ME AMAS A MIM. E agora sejas Passado ou Presente não iras existir novamente! Para mim CHEGA de sofrimento, CHEGA de dor, CHEGA de tudo! Eu pensei que ia ser eternamente mas afinal foi só por uns momentos! Esses momentos que agora são passado, nada mais… Um MUITO Obrigada por TUDO aos que sempre me apoiaram <3

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

gosto de ti $:

Gosto de te cheirar, de te sentir, de me calar para te ouvir, de me deitar ao teu lado para dormir e acordar contigo agarrado a mim, depois de me espreguiçar e levantar-me, de rir, de dançar e cantar, e todos os dias começar um novo dia a sonhar.  Gosto da tua boca certa e do teu cabelo farto, da tua voz cantada e aconchegante, dos teus beijos longos, dos teus abraços infinitos, das tuas piadas e risadas, dos teus braços à volta dos meus, as duas cabeças encostadas, os ombros em paralelo, as pernas dobradas e os pés juntos, gosto do teu hálito fresco e do teu sorriso aberto, da tua cabeça arejada e do teu olhar mais secreto, gosto de te ver junto ao meu peito a contar as batidas do meu coração, de sentir que estás sempre perto e sempre estarás, que vives cá dentro e mesmo na ausência, quando só te vejo com os olhos fechados e as mãos juntas em concha, sei que és perfeito, sei que voltarás, sei que estás quase a chegar, que cada minuto que passa é só mais uma etapa na minha espera, por isso espero calada e feliz, e nas letras que transformo em palavras imagino a cor e o sabor, deste amor, deixo-me levar, crescem-me asas e de repente desato a voar, a voar...

domingo, 30 de janeiro de 2011

lembras-te ?!

Lembras-te meu amor? Sim, é aquele olhar sonhador e cativante que te prendia durante horas afim, olhar que muitas vezes encaraste e pelo qual te apaixonas-te. Sim, é aquele sorriso tímido e discreto que tu provocavas, sorriso enriquecido com a felicidade que me davas. Sim, são aqueles finos cabelos castanhos que várias vezes passaram entre os teus dedos. Sim, é aquele jeito querido carregado de pureza que te prendeu durante tempos e ao qual nunca resististe. Sim, é aquela que tu verdadeiramente amas-te e nunca esqueces-te, aquela com a quem terás sempre uma ligação mesmo que passada.
Eu sei como é difícil não lembrar meu amor …

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

mágoa

Mágoa. [...]
Está para lá da tristeza, da solidão, do desejo de lutar pelo que já se perdeu, da raiva de não ter o que mais se queria, da pena de ter deixado fugir um grande amor, por ser demasiado grande.
Primeiro grita-se, barafusta-se, soluça-se, fazem-se esperas, mandam-se flores, livros sublinhados, convocam-se os amigos para irem ao fórum e planearem connosco uma estratégia de recuperação, sente-se aos solavancos e come-se sem mastigar, num torpor raivoso e revoltado. A vida vai mais depressa do que nós, passa-nos por cima e os dias comem-se uns aos outros. Só queremos que o tempo corra para nos apaziguar a dor e acalmar os papos nos olhos.
Depois é o pós-guerra, a rendição, a entrega das armas e as sentenças de um tribunal marcial interior, em que os juízes são a vida e o céu, o que fizemos dela.
Limpam-se os destroços, enterram-se os mortos, tratam-se os feridos que são as nossas feridas, feitas de saudades, desencontros, palavras infelizes e atitudes insensatas, medos, frustrações e tudo o que não dissemos. Há quem se rodeie de amigos, durma com antigos casos, se enrole numa manta de xadrez e se torne o mais fiel cliente do clube de vídeo da esquina. Há quem tome calmantes, absorva vodka em noitadas vazias como uma esponja inútil, se mude outra vez para casa da mãe, ou parta em uma viagem para um local turisticamente muito apetecível.
O pior é quando se chega lá, apetece tudo menos lá ficar. Percebemos que não há longe nem distância para a dor, e que nenhum amante, amigo, mãe, irmão, droga ou bebida matam a saudade do que já fomos ou de quem já tivemos nos braços.
A mágoa chega então, quando o cansaço já não nos deixa sentir mais nada. É silenciosa e matreira, instala-se sem darmos por ela, aloja-se no coração e começa a deixar sinais aqui e ali, dentro de nós. A pouco e pouco sentimos que já não somos a mesma pessoa.
As cicatrizes podem esbater-se com os anos e ser remendadas com hábeis golpes de plástica, mas ficarão para sempre debaixo dos excertos que fazemos à alma.
O cansaço mata tudo. A raiva de não termos quem tanto amámos, a fúria de não sermos donos da nossa vontade, o orgulho de termos perdido quem mais queríamos. Só não mata as saudades e a vontade de continuar a sonhar que um dia pode mudar outra vez e libertar-nos de nós mesmos e do sofrimento, tão grande quanto involuntário, tão patético quanto verdadeiro.
Às vezes, quando a mágoa é enorme e sufoca, vegetamos em silêncio para que ela não nos coma. Fingimos que está tudo bem, rimo-nos de nós próprios perante os outros e até mesmo perante o outro que vive dentro de nós. Tornamo-nos espectadores da nossa dor. Afastamo-nos de nós, do que somos, daquilo em que acreditamos. No fundo estamos a desistir, como quem volta atrás porque tem medo do escuro, vencidos pela desilusão cansados de esperar em casa que o mundo pare e se lembre de nós.
Mas o mundo nunca pára. Nada pára. A vida foge, os dias atropelam-se, é preciso continuar a vivê-los, mesmo com dor, mesmo com mágoa. Pelo menos a mágoa magoa, faz-nos sentir vivos.
Arde no peito e no orgulho, mas pouco a pouco vai matando a dor.
Torna-se a nossa companheira mais próxima, deixando de nos defender da tristeza que se vai consumindo como uma vela esquecida num presépio morto que uma corrente de ar ou um novo sopro de vida um dia apagará. Mas isso só é possível quando conseguirmos esquecer.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

i'm fine

Agarra a minha mão e puxa-me. Leva-me contigo por entre a multidão. Deixa o meu coração bater e as minhas bochechas fiquem coradas. Deixa todo o meu corpo se arrepiar com o teu toque. Hoje não me incomoda o barulho, provocado pelas pessoas. Hoje não me incomoda o frio cortante que sinto em todo o meu corpo. Hoje não me incomoda nada. Sinto-me bem.
E apesar de afinal de tudo passar de um sonho, e de estar sozinha. Não me importo. Estou bem como estou. E se tiver de acontecer algo que aconteça. Estou a lutar, e acredito. E sinceramente isso basta-me $:


terça-feira, 25 de janeiro de 2011

me namora


Amo-te e chega!
Chega de perguntas as quais a resposta é sempre a mesma, chega de tentar encontrar uma razão minimamente convincente, chega de esconder e fugir, chega de dizer não quando a vontade é de dizer sim!
Já não dá para esconder que amo a tua maneira de ser, não vale a pena dizer que me és indiferente porque na verdade sem ti faz toda a diferença, não serve afastar-me porque a vontade é de me aproximar e de te amar …
Deixei de agir com cabeça e passei agir de coração. Quero dizer que és meu, quero fazer-te muito feliz, quero caminhar contigo na praia de mão dada, quero adormecer a ouvir a tua voz, quero que digas que me amas, quero que fiques comigo!
Eu prometo não te fazer chorar, apenas quero uma oportunidade para te amar!

sábado, 22 de janeiro de 2011

aquela melodia

Gostava de saber a resposta para todas as minhas perguntas, que hoje, parecem-me infinitas … são tantos os porquês que por vezes penso ter recuado aquela idade em que tudo nos intriga, dou por mim sentada na cadeira, a olhar pela janela, a música segue ritmos contínuos mas eu nem me apercebo, o pensamento voa entre promessas e objectivos.                               
Começa a tocar aquela música e aquela melodia que consegue roubar de mim a maior das atenções, sorriu e fecho as pálpebras … como eu gostava de estar junto a ti, arrepiar-me com o teu respirar junto do meu ouvido, ouvir o bater do teu coração como se fosse o meu, tocar em cada traço do teu rosto e percorrer todo o linear do teu corpo, sentir o teu perfume na minha pele, olhar-te nos olhos e conseguir ver que é isto que tu queres e saber és meu de corpo e alma mesmo que seja só por breves momentos.              

De repente a música muda e eu abro devagar as minhas pálpebras voltando a realidade … sinto-te a distância de um olhar mas a realidade mostra-me que não é verdade, e que estas bem mais longe daquilo que eu posso imaginar, o que me entristece, pois o meu maior desejo e ter-te perto de mim!
Tento não pensar nesta distância, por vezes criada por nós, pois este pensamento vai levar-me como obrigatoriamente a outros e no final vai acabar em lágrimas.                                                                      
É bom amar-te mas seria muito melhor se eu pudesse mostrar-te isso com actos. Para já, fico-me pelos pensamentos do dia em que finalmente vou poder tocar nos teus lábios.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

amor que nunca irá embora

O amor pode nos tocar uma vez e durar por uma vida inteira e este amor nunca irá embora <3 Porque nada nem ninguém nos vai conseguir separar, nem nós vamos deixar, juntos vamos ultrapassar todos os obstáculos. Amo-te como nunca amei ninguém, mesmo com todos os momentos menos bons, não consigo nem quero deixar de te amar! Preenches-te a minha vida de uma maneira que nunca te vou querer deixar $;
És tudo o que preciso... NÃO ME IMAGINO SEM TI !
Quero aproveitar todos os momentos contigo … porque o tempo passa depressa quando estou contigo:$

Desculpa por todas as vezes que te magoei. Não tinha intenções disso :'( estarei contigo para tudo!

És o sentimento mais único e verdadeiro !

AMO-TE ♥ 

domingo, 16 de janeiro de 2011

o céu é o limite ...

Por entre palavras, desabafos e a vontade de estar contigo, sempre foste o meu maior desejo és o meu infinito! Porque tudo começou com uma simples amizade e hoje és mais do que realidade. Contigo a vontade de avançar é constante, quis conhecer o céu e levas-te me ao paraíso.
Avancei (…) por entre carinhos e promessas, não me arrependo da primeira vez que te beijei, um simples tocar de lábios relembro os momentos que contigo passei (…) 07-07-2010
E sempre que estou contigo, fico fascinada, o teu sorriso e os sussurros ao ouvido faz crescer a cumplicidade e eu sufoco quando sinto o teu respirar, dá-me asas e comigo vem voar!
Leva-me a ti, beija-me e se isto for um sonho não quero acordar!

O céu é o limite (...)

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

sufocos


E mais uma vez foi assim, há sempre uma perda constante em mim, que invade a minha alma deixando-a presa a saudade tão dura.
Ainda não te perdi, continuas presente no meu pensamento e em tudo o que faço mas ao mesmo tempo distante e ausente. Porquê que por mais que eu sabia, que o que podia ser “nós” mas que passou a ser “eu”, que não me amas e não me queres do teu lado eu nego cegamente essa evidência? Porquê? É a pergunta que eu me faço repetidamente, minutos a minutos mas desta vez a resposta não surge forçosamente…
A única coisa que reconforta o vazio e a solidão que existe em mim é saber que não perdi tudo! Os momentos de brincadeira, os sorrisos e carinhos, os “amo-te <3” e todas as palavras ditas, já ninguém tira de mim!
A minha vontade é de, pegar na tua mão e caminhar, caminhar, caminhar … mas contigo também aprendi que no amor são precisas duas pessoas a lutar pelo mesmo e mesmo que as duas pessoas se amem é preciso muito mais do que isso para resultar, por isso decidi calar-me e deixar-te escolher o melhor para ti!
E o sorriso que antes esboçava um bem querer constante que transmitia alegria sempre que pensava em ti, deu lugar as lágrimas e sufocos da minha mágoa.
Nos teus braços é o meu lugar! 

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

o homem é mesmo assim

olho em meu redor não há nem fotografias, objectos ou mesmo musicas que me façam lembrar de ti, tapei o sofrimento e a desilusão... na minha mente já não existe mais a tua voz a chamar por mim, nem o desejo de sentir o teu toque. apercebi-me que já só era eu que estava agarrada a um passado, há muito esquecido e ultrapassado por ti... havia outra em meu lugar, não fiquei surpreendida homem é mesmo assim supera rápido o sofrimento, entregam o coração magoado ao primeiro colo que lhes oferece abrigo, protecção, segurança. Esquecem-se que são só ofertas e nem sempre os abrigos são um porto seguro, que nem a maior protecção e segurança garante felicidade eterna. Dizem que chorar é cobardia mas os maiores cobardes são os que não amam com medo de chorar.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

não te admires

Um dia vou bater com a porta na tua cara! E vou subir as escadas, deitar-me na cama a olhar para o tecto e sorrir. Sorrir mais até me doer a barriga e me caírem lágrimas por a cara abaixo.
Vou pensar que andas-te a “gozar comigo”, e que estava na altura de eu gozar contigo. Vou olhar pela janela do meu quarto e ver se amanhã é um dia lindo, porque tu já não fazes parte dele. Vou pôr uma música a tocar bem alto, vou saltar até a minha mãe gritar para eu parar. Vou riscar-te dos meus diários, do meu e-mail, do meu telemóvel de tudo onde estejas.
E se eu passar por ti e fingir que não te conheço, não te admires.
Quando esse dia chegar vou contar a toda a gente! Vou ao Você na Tv, vou escrever para o 24Horas e para a revista Maria. Mas descansa, serás o primeiro a saber...
Já tinhas sido o primeiro antes, lembras-te? 

 

domingo, 9 de janeiro de 2011

e tudo continua igual

É muito fácil falar. É muito fácil mandar palavras soltas ao vento. É muito fácil dar a sua opinião quando se está de fora. É muito fácil dizer aquelas frases feitas e acreditar que tudo é possível. Que a minha vida pode mudar de um dia para o outro. Que pode vir um príncipe encantado montado no seu cavalo branco me salvar de tudo isto.
Mas isto são histórias para crianças. Há muito passei essa fase. E estou farta de sonhar. Estou farta de pensar que tudo vai melhorar. Estou farta de pensar que de um dia para o outro tudo vai mudar. Mas não vai. As coisas não acontecem se eu estiver à espera. As coisas não acontecem se eu simplesmente me encostar e esperar. Isso não acontece. Aquilo que nos contam, quando nos dizem para ser positivos e pensar que "Sim, isso vai acontecer" é uma farsa para esconder que nada vai acontecer. É uma espécie de eufemismo...Estas palavras, que muita gente me diz. "Tem calma.";" Ele vai voltar, não estejas assim". É só para eu pensar que isso vai acontecer.
Mas maior parte do tempo nada acontece. Crescemos, passam-se meses e talvez anos e tudo fica igual.
Estou farta de ouvir essas palavras sempre iguais. Estou farta de esperar por algo que ainda não apareceu. Estou farta de apostar todos os meus sentimentos em algo e de repente tudo desaparece.
Quero algo novo, quero que finalmente algo aconteça. Quero a minha sorte de volta. Mas os dias passam e passam e tudo continua igual.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

go away

Porque é que o nosso coração comete sempre os mesmo erros estúpidos?
Não queria que o mundo fosse repleto de balões e de coisas cor-de-rosa. Sinceramente neste momento só queria que os meus olhos deixassem de arder, o nó na garganta desaparecesse e a dor que sinto fosse embora. Só isso. E claro, que o meu coração não voltasse a deixar-se levar por esta estupidez. Porque na realidade é isso que isto é. Os romances fazem parecer tudo muito simples, e talvez até seja. Mas não comigo. O único momento em que acreditei que isso pudesse ser real foi à uns meses. Mas desperdicei-o. E deixei-o ir. E até lá só me tenho magoado e caído. E por mais que me digam que isto vai mudar, nunca muda. Cometo sempre os mesmos erros e deixo-me levar até cair completamente. E assim o ciclo começa de novo. Mas desta vez não vou deixar o ciclo repetir-se. Não vou. Não vou. Pois por mais que me custe vou tentar ignorar isto que sinto.
Só queria que tudo isto fosse embora. Desaparecesse. 

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

há muita coisa para dizer ...

Há muita coisa para dizer, muita coisa que nunca te disse, muita coisa que me arrependo de nunca te ter dito…
Tu afastaste-te e ainda hoje não percebo porquê, talvez foi por te ter dito que eras o meu chão, o meu abrigo, a minha certeza, o meu sorriso, a minha felicidade, o meu infinito que eras tudo! Tu protegias-me daqueles que me queriam magoar e mesmo quando eu arriscava e me magoava tu estavas lá para me estender a mão e me levantar, a tua preocupação pelo meu bem-estar era único e por mais erros que eu cometesse tu sempre me perdoavas, sempre que eu dizia uma palavra de desespero tu abraçavas-me, tu deste-me o que tinhas e muitas vezes o que não tinhas … até que me deixas-te.
Hoje não me conheço e desde que me deixaste os erros tem sido muitos, as lágrimas sobrepõem-se aos sorrisos e as quedas são duras, há uma parte de mim inanimada que só renasce quando voltares.
Eu não sei qual a verdadeira razão para te teres afastado mas sei que não foi uma decisão fácil de tomar. Não sei se é a saudade que aperta, não sei se é a necessidade de me veres, não sei se é a vontade de estar comigo ou se simplesmente queres saber como estou mas algum motivo te faz voltar…
Quando voltas eu por momentos recuso ir ter contigo porque me sinto profundamente magoada mas momentos depois há algo em mim, muito mais forte do que o orgulho que me faz ir ao teu encontro. Quando te vejo fico imóvel, sem saber o que fazer, até que tu me abraças com toda a força quase me sufocando mas eu contínuo imóvel e então tu olhas nos meus olhos e vês que a saudade transborda e que estão quase inundados com tanta felicidade, porque os olhos são o espelho da alma, voltas abraçar-me e desta eu retribui-o com o dobro da força e solto o sorriso mais sincero …
Logo depois tu voltas as costas e vais embora levando contigo a minha felicidade, é dos momentos mais difíceis pois nunca sei quando vou voltar a ter o teu abraço e a ver a tua face.
“Por mais que te sintas sozinha nunca te esqueças que eu vou olhar sempre por ti!” Esta foi a última promessa que me fizeste e até hoje continuas a cumpri-la, quero que saibas que eu também vou estar sempre aqui a espera do teu abraço e de tudo que prometes-te não perco a esperança de um dia voltarmos a ser o que éramos… Sei quem ocupou o meu lugar mas quero que saibas que o teu continua a tua espera!
Gostava de te dizer isto na cara mas as vezes sou cobarde, o medo atrapalha e não arranjo coragem suficiente… 
Eu Amo-te!